CONCEPÇÕES E ADESÃO DO PORTADOR DE HIV FRENTE AO TRATAMENTO MEDICAMENTOSO

Autores

  • Maryanna Skarlete Alves Ritto Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC
  • Vanilda Gomes Gimenez Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC

Resumo

A síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) é causada pela infecção do vírus da imunodeficiência humana (HIV), esse vírus ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Com o alto índice de pacientes acometidos pela doença, faz-se necessário a realização de estudos para melhor entender a assistência prestada a esse público, bem como identificar os fatores que interferem na adesão ao tratamento e cuidados pertinentes. Este estudo tem por objetivo analisar os fatores que interferem na adesão ao tratamento da AIDS, visto que isso afeta diretamente na manutenção de vida destes pacientes e entender suas concepções a fim de melhorar a assistência prestada. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, realizado nos meses de maio a outubro de 2019, a análise de conteúdo foi segundo Laurence Bardin.  Os dados foram coletados através de um questionário semi-estruturado aplicado aos pacientes e profissionais da equipe interdisciplinar da Vigilância em Saúde do interior do Espirito Santo. Os resultados demonstraram que o tratamento medicamentoso fica prejudicado pela falta de informação e estímulo da equipe de saúde.

Biografia do Autor

Vanilda Gomes Gimenez, Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC

Downloads

Publicado

2020-06-16

Como Citar

Ritto, M. S. A., & Gimenez, V. G. (2020). CONCEPÇÕES E ADESÃO DO PORTADOR DE HIV FRENTE AO TRATAMENTO MEDICAMENTOSO. Unesc Em Revista, 3(2), 36–44. Recuperado de http://revista.unesc.br/ojs/index.php/revistaunesc/article/view/145

Edição

Seção

Artigos