A RELAÇÃO ENTRE O TABAGISMO E A HOSPITALIZAÇÃO POR COVID-19: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

Resumo

O tabagismo tem uma evolução crônica e mata mais de 8 milhões de pessoas por ano, portanto o ato de fumar gera inúmeros comprometimentos à saúde do indivíduo, tornando-o mais susceptível às infecções. O cigarro possui mais de 4.800 substâncias tóxicas que provocam inúmeras morbidades, contudo a dependência química expõe o tabagista às mais diversas vulnerabilidades gerando agravos que evolui para doenças crônicas, como câncer, doenças cardiovasculares e pulmonares. Frente ao cenário pandêmico da Covid-19, uma doença que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves, principalmente pulmonares.  Sendo assim o objetivo deste estudo é identificar a relação do tabagismo com a hospitalização e a gravidade da infecção pela Covid-19, através das publicações com o escopo deste estudo. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, descritiva e de abordagem qualitativa, realizada no segundo semestre de 2020, nos bancos de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e na PubMed, através dos seguintes descritores (DeCS/MEsH): fumar (smoking), fatores de risco (risk factors) e coronavírus foram encontrados 120 artigos. Após aplicação dos critérios de inclusão foram selecionados 17 artigos para a revisão integrativa. Os resultados encontrados evidenciaram que o tabagismo predispõe diversas doenças, ocasiona alterações no mecanismo de defesa, além de gerar maiores riscos para infecção durante o ato de fumar, contribuindo para o aumento da hospitalização e agravamento da Covid-19. Diante disso, entende-se que mais estratégias precisam ser adotadas para a cessação do tabagismo visando aumentar a qualidade e perspectiva de vida dos fumantes.

Biografia do Autor

Luciano Antonio Rodrigues, Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC

Doutor em Ciências da Saúde - Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC-SC), Mestre em Gestão Integrada do Território - Universidade Vale do Rio do Doce (UNIVALE - MG) (2013). Especialista em Educação Profissional na Área de Saúde: Enfermagem, pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - Fiocruz (2003). Especialista em MBA: Gestão de Pessoas, ênfase na Psicologia Organizacional (UNESC-ES) (2012). Aperfeiçoamento em Dimensões da humanização: filosofia, psicanálise, medicina pela UFES - UAB Sistema de Universidade Aberta do Brasil - UAB/UFES (2009). Graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) (2002). Atualmente é Docente do Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC - campus I - Colatina - ES, atuando na gestão do curso de Medicina como supervisor do 1º e 2º ano. É docente e tutor do Curso. Tem experiência na área de Enfermagem e Medicina, docência em Graduação e Pós-Graduação, atuando principalmente nos seguintes temas: Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem, Epidemiologia, Enfermagem em Saúde Mental, Psicologia Aplicada à Enfermagem, Administração em Enfermagem, Saúde Pública, Gestão de Pessoas, Interagindo com a comunidade, Relacionamento interpessoal e dinâmicas de Grupo. Coordenador do Núcleo Rondon UNESC. Pesquisador Líder do Núcleo de Pesquisa Território Saúde e Sociedade. Membro do grupo de pesquisa UNESC e da Coordenação de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (CEPEG). Diretor Regional dos Escoteiros do Brasil - ES. Diretor de Formação Equipe de Formação de Escoteiro e formador Nacional. Consultor e Facilitador de Treinamento e Desenvolvimento Profissional e Gerencial pela LR Treinamentos e Desenvolvimento (Sócio Proprietário). http://orcid.org/0000-0001-5758-456X

Adriene de Freitas Moreno Rodrigues, Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC

Mestre em Gestão Integrada do Território pela Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE (2013). Especialista em Saúde Coletiva com ênfase nas Estratégias de Saúde da Família pela EMESCAM (2008). Graduada em Enfermagem pela Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória - EMESCAM (2006). Possui aperfeiçoamento em Dimensões da humanização: filosofia, psicanálise, medicina (360 horas) pela UFES - UAB Sistema de Universidade Aberta do Brasil. Aperfeiçoamento em Educação Ambiental pela UFES -UAB. Epidemiologia e Saúde pública. Participação como Tutora no Curso de Especialização Gestão em Saúde UFES/UAB - 2012/2013 . Curadora e Facilitadora da IV Mostra Nacional de experiências em atenção básica/saúde da família - Ministério da Saúde/ DAB - 2013/2014. Curadora do Prêmio InovaSUS 2015. Curadora na Comunidade de Práticas da Atenção Básica/DAB/ Ministério da Saúde, Brasil. 2015- 2017. Atualmente Professora nos cursos de saúde, Professora e Preceptora na Residência e Pesquisadora do Centro Universitário do Espírito Santo ? UNESC, com projetos financiados pelo UNESC e FAPES - Fundação de amparo à pesquisa e inovação do Espírito Santo. Professora na Residência em Enfermagem Obstétrica, Residência Multiprofissional Terapia Intensiva e Medicina Veterinária. Integrante da COREMU. Professora orientadora no Núcleo Rondon UNESC e Grupo de Pesquisa Território Saúde e Sociedade. Revisora dos Periódicos: Revista Práticas em Extensão (Universidade Estadual do Maranhão) e UNESC em Revista (UNESC-ES). Extensão: Coordenadora do Projeto Rapunzel Universitária. Tem experiência em: Área de Enfermagem com ênfase em Estratégias de Saúde da Família, Saúde da Mulher, Epidemiologia e Políticas Públicas. Área de Medicina de Família. Docência e Preceptoria de Ensino Superior (Graduação, Residência e Pós Graduação em Enfermagem ) e Educação à Distância. http://orcid.org/0000-0001-5028-3262

Jocássia Adam Lauvers Patrício, Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC

Acadêmica de Enfermagem do Centro Universitário do Espírito Santo (UNESC). Aluna de Iniciação Científica (UNESC). Membro do Grupo de Pesquisa Território Saúde e Sociedade (UNESC). Bolsista de Iniciação Científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo -FAPES (2019). Membro da Liga Acadêmica de Enfermagem em Educação em Saúde (LAEES). Membro da Liga Acadêmica de Enfermagem em Primeiros Socorros LAEPS). Integrante do Projeto de Extensão UNESC/HMSJ - Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (2019/1).

Izabela Silva Breda, Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC

Acadêmica de Enfermagem do Centro Universitário do Espírito Santo - UNESC. Membra da Liga Acadêmica de Enfermagem em Educação em Saúde - LAEES (atual), e da Liga Acadêmica de Ginecologia e Obstetrícia - LAEGO (atual). Integrante do Projeto de Extensão Núcleo Rondon UNESC (2018 - 2019). Participou do programa de monitoria de ensino vinculado à disciplina de Semiologia e Semiotécnica e atividades práticas de ensino para alunos do curso de medicina 2019/2. Atuou no projeto de extensão UNESC/HMSJ Comitê de Investigação de Mortalidade Materna, Infantil e Neonatal 2019/2. Monitora de ensino vinculada à disciplina de Semiologia e Semiotécnica e atividades práticas de ensino para alunos do curso de medicina (atual). (Texto informado pelo autor)

Downloads

Publicado

2021-03-03

Como Citar

Rodrigues, L. A., Rodrigues, A. de F. M., Patrício, J. A. L., & Breda, I. S. (2021). A RELAÇÃO ENTRE O TABAGISMO E A HOSPITALIZAÇÃO POR COVID-19: REVISÃO INTEGRATIVA. Unesc Em Revista, 4(2), 99–113. Recuperado de http://revista.unesc.br/ojs/index.php/revistaunesc/article/view/230

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)